TCE-MT e PF vão firmar termo de cooperação técnica

Visita de cortesia do Superintendente da Policia Federal - 02
TCE e PF vai firmar parceria (Foto: Thiago Bergamasco)

A troca de informações e a cooperação entre o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) e a Polícia Federal (PF) em Mato Grosso, devem ser formalizadas por meio da assinatura de um Termo de Cooperação Técnica.
A informação foi divulgada na manhã de hoje, pelo presidente do TCE, conselheiro Antonio Joaquim, durante audiência em que recebeu o superintendente regional da PF, delegado Áderson Vieira Leite.
O superintendente da PF destacou a importância da troca de informações entre as duas instituições. “O TCE tem sido uma instituição comprometida com o controle das contas públicas e temos interesse em fortalecer os laços com a instituição. Por suas atribuições constitucionais, os tribunais de contas possuem informações relevantes que oportunamente podem ser repassadas à PF para instruções de nossas investigações e vice-versa, e esta troca de informações dos respectivos bancos de dados é muito importante”, explicou o delegado.
Para o presidente do TCE-MT, a aproximação com a PF fortalecerá ainda mais a rede de controle externo na missão de impedir o alastramento de desvio de recursos públicos nos âmbitos municipal e estadual.
“Com esta parceria, estaremos fortalecendo a formação da rede de controle e combate aos maus feitos na administração de recursos públicos. Eu sempre falo que é nosso dever que as instituições que fazem parte do sistema de controle, tanto Poder Judiciário, Tribunais de Contas, Ministérios Públicos, Polícias Federal e Civil, devem obrigatoriamente estar conversando entre si e trocando informações no sentido de aprimorar suas ações e evitar a corrupção e o desperdício. É natural então que este relacionamento se objetive de forma concreta para poder ajudar nesse trabalho. Estamos elaborando já a minuta e tão logo a PF em Mato Grosso tenha a concordância de seu departamento jurídico, vamos formalizar por meio de um convênio esta nossa parceria”, disse o conselheiro Antonio Joaquim.
Os maus gestores que se preparem!
Com Ascom TCE/MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.