Aeroporto: Medeiros agiliza homologação de equipamentos

Medeiros FABO senador José Medeiros (PSD-MT) se reuniu, nesta semana, com o brigadeiro do ar, Maurício Medeiros, e o coronel Décio Maruci, da Força Aérea Brasileira – FAB, onde recebeu a garantia da priorização de Rondonópolis nas deliberações e trâmites que ainda faltam ser finalizados para homologação e efetivação dos equipamentos RNAV e PAPI, do Aeroporto Municipal Maestro Marinho Franco, de Rondonópolis (MT).
O parlamentar explicou que para liberação final dos equipamentos, que darão mais segurança aos pousos e decolagens na cidade – que passarão a ser por instrumentos e não mais visual -, é necessário o chamado voo de homologação, que só pode ser realizado por um avião da FAB. “Este procedimento é realizado pelo chamado Grupo Especial de Inspeção de Voo, o GEIV, que permite esta necessária homologação. Só a partir desta deliberação é que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) tem parâmetros para expedir esta nova realidade ao aeroporto de Rondonópolis”, pontuou Medeiros.
Urgência
Medeiros ressaltou ao brigadeiro sobre a urgência da situação, visto que a cidade é uma referência regional, mas convive com uma realidade que pode ser considerada arcaica do ponto de vista comparativo com a estrutura existente em aeroportos do mesmo porte, Brasil afora. “Relembrei ao brigadeiro e ao coronel sobre o caso recente de um voo da Passaredo que quase acabou em tragédia em virtude da precariedade das condições. Eles entenderam a necessidade e já garantiram a inclusão de Rondonópolis num próximo ciclo de homologações, que deve ser publicado já no próximo dia 15 de setembro. Acho que é uma grande notícia para a cidade, que passará a ter condições de receber voos de Turbo Jato, até em condições adversas ou mesmo no período noturno, com a certeza de que todo aparato necessário para a segurança dos passageiros estará disponível”, finalizou.
Equipamentos
Desde que a Prefeitura de Rondonópolis adquiriu os equipamentos e foi dada a ordem de serviços para suas implantações, o senador José Medeiros somou esforços junto a própria Secretaria de Trânsito Municipal, ainda sob o comando de Argemiro Ferreira, com a empresa Braxton, responsável técnica, e com a Anac para que fosse o mais célere possível o trâmite burocrático para que a nova estrutura ficasse plenamente ativa no espaço aeroportuário.
Após acompanhar todo o processo de homologação, o voo de inspeção agora é a última etapa administrativa para que o RNAV – responsável por fornecer coordenadas geográficas por meio do sistema GPS, que baliza a navegação aérea – e o PAPI – sistema de sinalização com aparelhos de iluminação com focos calibrados, que dá ao piloto a altitude exata, no momento de aproximação da pista – entrem na ativa.
Da Assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.