Atendimento pelo SUS é suspenso por unidades de Saúde

Direção confirmou a paralisação do atendimento (Foto: Mike Alves/Primeira Hora)

Direção confirmou a paralisação do atendimento (Foto: Mike Alves/Primeira Hora)
Direção confirmou a paralisação do atendimento
(Foto: Mike Alves/Primeira Hora)

De acordo com matéria veiculada ainda no sábado (5) com exclusividade pelo blog Estela Boranga comenta, a exemplo de mais quatro hospitais filantrópicos de Mato Grosso, também a Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis suspendeu, a partir de ontem, os serviços e atendimentos aos usuários do Sistema único de Saúde (SUS).
A decisão foi anunciada durante a entrevista coletiva à Imprensa, no final da tarde de ontem, quando a direção da unidade hospitalar informou que somente os casos de urgência e emergência serão atendidos, assim como os pacientes que já estão internados.
A decisão de suspender o atendimento pelo SUS já havia sido comunicada – no final de outubro -, através de ofício da Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas Prestadoras de Serviços na Área de Saúde do Estado de Mato Grosso (Fehostmt), ao governador Pedro Taques (PSDB), com cópia aos secretários de Saúde, João Batista Pereira da Silva (do Estado de Mato Grosso), Ary Soares de Souza Junior (Cuiabá) e Israel Paniago (Rondonópolis), caso o Estado não regularizasse o débito de mais de R$ 5,5 milhões, que têm com a Fehostmt.
A diretoria da Santa Casa de Rondonópolis enfatizou na coletiva, que a normalização do atendimento e dos serviços na unidade só ocorrerá com o repasse total da dívida, pelo Governo do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.