Candidato é preso com uma tonelada de maconha

Imagem: Folhamax

Imagem: Folhamax
Imagem: Folhamax

Quase 1300 tabletes de maconha foram apreendidos ontem, por policiais militares do 3° Batalhão de Cuiabá, totalizando mais de uma tonelada de maconha.
A droga estava escondida em uma residência no bairro Sol Nascente e em chácaras na região do Coxipó do Ouro, na capital mato-grossense.
A PM efetuou a detenção de dez pessoas, entre elas um corretor de imóveis, um estudante universitário, um vendedor, um idoso de 90 anos e um candidato a vereador.
Monitoramento
Equipes da inteligência da PM faziam o monitoramento em uma casa no bairro e conseguiram encontrar no local aproximadamente meia tonelada de entorpecente, enterrada no quintal. Com posse de informações de que haviam mais drogas, os policiais continuaram as diligências na chácara do candidato a vereador por Cuiabá Márcio Gonzaga (PT do B). Lá, segundo informações, foram localizadas mais de meia tonelada da droga.
Além do candidato, no local, os policiais prenderam o vendedor Adair José de Freitas, 40, o “Nezinho do Sacolão”, que também já foi candidato a vereador em Cuiabá no ano de 2012, o corretor de imóveis Antônio José Santana Neto, 31, o universitário Manoel Henrique Matos Ferreira de Souza, 21, além do idoso Maximiliano Ribeiro da Silva e duas mulheres que trabalhavam no local.
Nas diligências, os policiais apreenderam duas armas e três carros. Cerca de R$ 5 mil também foram encontrados com os detidos.
Todos os envolvidos foram encaminhados junto com a maior quantidade de maconha apreendida este ano, até a 2ª Delegacia de Polícia do Carumbé, onde a ocorrência foi registrada.
Com Folhamax

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.