Coronel pedófilo teria sumido com criança de 9 meses

Reprodução GNEws

Reprodução GNEws
Coronel teria sumido com bebê (Reprodução GNEws)

Em depoimento hoje na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), no Rio, duas mulheres denunciaram o suposto envolvimento do coronel da PM reformado Pedro Chavarry Duarte – que está preso por suspeita de estupro a uma menina de dois anos -, no desaparecimento, em ocasião anterior, de uma bebê de apenas 9 meses, irmã das depoentes.
No depoimento as duas afirmaram, emocionadas, que a criança foi retirada da residência delas pelo coronel e nunca mais foi localizada.
Segundo a delegada, as duas mulheres contaram que também tiveram contato com o coronel, na época do desaparecimento da irmã. “Elas também relatam que ficaram em uma residência com o coronel e que elas têm flashes de memória em que o coronel aparece passeando pela casa, nu. Seria mais uma criança desaparecida que teria sido levada pelo coronel para um local incerto e que as mães nunca mais souberam do paradeiro”, destacou.
Novas provas
A delegada contou também, nesta quinta-feira, que foram encontradas novas provas de que o crime de estupro contra uma criança de 2 anos, praticado pelo coronel da PM reformado Pedro Chavarry Duarte, foi planejado. As investigações apontam que o coronel aposentado teve ajuda de cúmplices.

Com G1 Rio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.