O golpista continua as mudanças

Fazendo e desfazendo, como bem entende (Foto: Internet)

Imagem: Internet
Imagem: Internet

Ontem, logo após Dilma Roussef (PT) ter se defendido, com coragem altivez e determinação, no julgamento do impeachment no Senado, a Câmara dos Deputados aprovou na madrugada de hoje, a primeira medida provisória editada pelo presidente golpista em exercício, Michel Temer (PMDB), que trata da reforma administrativa de seu governo interino.
O texto segue agora para o Senado, onde precisa ser votado até 8 de setembro.
Extinções
Na reforma administrativa promovida por Temer, sob a alegação de contenção de gastos, foram extintos os ministérios de Igualdade Racial, Direitos Humanos e das Mulheres (que foram integrados ao recém criado Ministério da Justiça e Cidadania), a Secretaria de Portos, a Secretaria de Aviação Civil, a Controladoria-Geral da União, o Ministério das Comunicações, o Ministério do Desenvolvimento Agrário e a Secretaria de Comunicação Social da Presidência.
Entretanto, o interino também deve ressuscitar o Desenvolvimento Agrário, caso seja efetivado na Presidência da República.
Adivinhem por qual razão?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.