Operação Omertà respinga em Rondonópolis

Rondonópolis na Omertà (Foto: Internet)

Rondonópolis na Omertà (Foto: Internet)
Rondonópolis na Omertà
(Foto: Internet)

A Operação Omertà – um dos desmembramentos da Operação Lava Jato -, desencadeada pela Polícia Federal (PF) na manhã de ontem (26), teria respingado em Rondonópolis, também.
Aqui, foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, relacionados à aquisição de uma fazenda, que teria sido registrada em nome  um laranja.
A auditoria da Receita Federal (RF) está auxiliando na apuração da compra desse imóvel em Rondonópolis , cujos investigados estariam usando um “laranja”. Há indícios de que houve um subfaturamento na declaração ou na escrituração da fazenda.
O laranja, segundo apurou o blog Estela Boranga comenta, seria um conhecido elemento da cidade, que teria tentando se evadir, antes que a PF lhe pusesse as mãos.

Anteriormente, a cidade já havia sido citada na deleção de Nestor Cerveró, quanto a Fernando Collor de Mello estar envolvido no imbroglio da BR Distribuidora, também aqui.
A Operação Omertà teve início com a prisão do ex-ministro da Casa Civil, de Dilma Rousseff, e da Fazenda, no governo Lula, de Antônio Palocci, na manhã de ontem (26) e investiga supostos indícios de uma relação criminosa entre o ex-ministro e a empreiteira Odebrecht.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.