Polícia prende o 2º suspeito da morte de ambulante

Alípio foi preso hoje à tarde (Foto: Estadão)

Alípio foi preso hoje à tarde
(Foto: Estadão)

A Polícia Civil prendeu no início da tarde de hoje, Alípio Rogério Belo dos Santos (26) que é o segundo suspeito de ter agredido e matado a pancadas o ambulante Luiz Carlos Ruas, de 54 anos, na zona leste de São Paulo, no domingo (25). Alípio e seu primo Ricardo Martins do Nascimento (21), que foi preso ontem à noite, foram flagrados por imagens do circuito de segurança do Metrô, na estação Pedro 2º, durante o ataque. Eles tiveram a prisão temporária (por 30 dias) decretada ontem.
Durante a tarde de hoje, a Polícia realiza o reconhecimento dos suspeitos. Nascimento já foi reconhecido por 14 testemunhas, seis delas pessoalmente e as outras por foto. As informações foram confirmadas pelo delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade).
Segundo o delegado, um dos suspeitos estava urinando próximo da Estação d. Pedro 2º quando foi repreendido por uma travesti. “Começou uma discussão e logo os dois suspeitos começaram com as agressões”, disse. Gonçalves contou que Ruas tentou apartar a briga, mas acabou agredido.
Já o advogado de defesa de Nascimento, o 1º detido, diz que a briga começou quando a travesti teria roubado o celular de Santos. O ambulante, por sua vez, teria entrado na briga e “dado uma garrafada” na cabeça do homem.
Com Estadão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.