Savi terá que comprovar origem de dinheiro apreendido pela PRF

Momento da abordagem (Foto: Folhamax)

Momento da abordagem (Foto: Folhamax)
Momento da abordagem a Savi, pela PRF (Foto: Folhamax)

O deputado estadual Mauro Savi (PSB), terá que comprovar ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) – em cinco dias, após ser intimado pela Justiça -, a origem de R$ 24 mil em espécie, apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), numa abordagem feita no dia 12 de setembro deste ano, na BR-163 nas proximidades de Sorriso (MT).
Os valores estavam acondicionados dentro de uma mala em seu carro, onde estavam mais duas pessoas.
A decisão é do juiz eleitoral Ricardo Gomes de Almeida e foi prolatada no dia 23 deste mês, com prazo contabilizado a partir da intimação do deputado.
Abordagem
Na abordagem da PRF, também foram encontrados materiais gráficos do prefeito de Sorriso, Dilceu Rossato (PSB), que disputava a reeleição, mas acabou sendo derrotado pelo empresário Ari Lafim (PSDB). Mauro Savi chegou a ser encaminhado a superintendência da Polícia Federal, em Sinop, onde explicou que a quantia financeira havia sido sacada no dia anterior, numa agência bancária e que o dinheiro não seria usado para suposta compra de votos.
O parlamentar solicitou a restituição dos R$ 24 mil. No entanto, o juiz Ricardo Gomes de Almeida determinou que Mauro Savi “traga aos autos prova idônea da propriedade do dinheiro”
Versão de Savi
Por meio de nota, o deputado Mauro Savi (PSB) informou que já apresentou um extrato bancário comprovando a origem lícita dos recursos. Ele afirmou que reapresentará o documento ao Tribunal Regional Eleitoral.
Veja a íntegra da nota:
“O deputado estadual Mauro Savi (PSB) esclarece que a origem dos recursos apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal no dia 12 de setembro de 2016 foi comprovada, por meio de extrato bancário, no mesmo dia da apreensão. Entretanto, atendendo a determinação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE ), o parlamentar reapresentará no processo novo extrato reiterando a origem lícita do dinheiro.
Deputado Mauro Savi
Assessoria de Imprensa
Cuiabá, 30 de novembro de 2016.”
Com Folhamax

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.