Silval Barbosa e cia participarão de curso de azulejista

Silval participará do curso (Foto: Olhar Direto)

Silval participará do curso (Foto: Olhar Direto)
Silval participará do curso (Foto: Olhar Direto)

Segundo a imprensa cuiabana noticiou ontem, através de parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) irá promover um curso de aplicador de revestimento cerâmico (azulejista), aos 21 detentos que cumprem prisões preventivas naquela unidade prisional.
O curso está previsto para outubro próximo e terá como participantes alguns “ilustres” da política de Mato Grosso, que estão detidos por conta da Operação Sodoma, como o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e os ex-secretários de Fazenda, Marcel Souza de Cursi; de Gabinete, Sílvio Cézar Correa de Araújo; e Éder Moraes, que atuou na Casa Civil, Fazenda e Copa, preso na “Operação Ararath”.
Igualmente participarão do curso, Permínio Pinto Filho (PSDB), ex-secretário de Educação, Esportes e Lazer do Estado; os ex-servidores da Seduc, Fábio Figeri e Wander Luiz dos Reis, que cumprem prisão preventiva, em decorrência da “Operação Rêmora”; e o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, João Emanuel Moreira Lima, contra quem existem cinco mandados de prisão em aberto nas operações “Aprendiz 1 e 2”, “Assepsia”, “Castelo de Areia” e “João de Barro”.
O curso de azulejista terá duração de até 40 dias com uma carga horária de 160 horas. As aulas serão teóricas e práticas. A aprendizagem pelos detentos “famosos” servirá para que possam efetuar serviços de reforma (colocação de azulejos e pisos), que o CCC requer.
Com a ocupação do tempo ocioso, certamente os detentos poderão extravasar a inquietude e se precaver contra a depressão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.