Superlotação: Cunha vai para complexo carcerário

Cunha vai para um complexo penitenciário (Foto: Giuliano Gomes/ PR Press)

Cunha vai para um complexo penitenciário (Foto: Giuliano Gomes/ PR Press)
Cunha vai para um complexo penitenciário
(Foto: Giuliano Gomes/ PR Press)

A Polícia Federal (PF) pediu hoje, a transferência do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do ex-presidente da OAS, José Aldemário Pinheiro Filho (Léo Pinheiro) e do ex-tesoureiro do PP, João Claudio Genu, da carceragem da  PF em Curitiba, para o Complexo Médico Penal, em Pinhais, na região metropolitana da capital paranaense.
A transferência dos três foram presos – em decorrência da Operação Lava Jato -, segundo a PF, deve-se ao fato de a quantidade de vagas em sua carceragem, está próxima do “limite aceitável quanto a sua lotação” e que, por isso, é preciso remanejar os presos para que não haja “risco iminente a segurança”.
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos em primeira instância da Lava Jato, manifestou-se pouco depois do pedido. No despacho, ele indeferiu o pedido da transferência de Léo Pinheiro.
Em relação aos outros dois, ele disse que quer ouvir, antes de decidir sobre a remoção, o Ministério Público Federal (MPF).
Com G1 PR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.