Tráfico de drogas: PF deflagra Operação “Cavalo Doido”

Parte da droga apreendida (Montagem: Divulgação PF)

Parte da droga apreendida (Montagem: Divulgação PF)
Parte da droga apreendida
(Montagem: Divulgação PF)

Numa operação considerada uma das maiores dos últimos anos, a Polícia Federal (PF) deflagrou hoje de madrugada, uma operação contra um grupo que participava do tráfico internacional de drogas. O grupo é acusado de trazer drogas do Paraguai e distribuir em três estados – Goiás, Pará e Mato Grosso do Sul – e no Distrito Federal.
Segundo a Polícia Federal, uma das rotas do grupo era a região de fronteira de Pedro Juan Cabalero, no Paraguai. Naquela área, foram apreendidas mais de 10 toneladas de drogas, armas de grosso calibre e carros de luxo.
Modus operandi
O grupo abaixava os bancos dos carros, retirava todos os acessórios possíveis e carregava o carro com a droga, sem qualquer tipo de disfarce. Depois, saía dirigindo em alta velocidade, sem paradas e sem respeitar qualquer tipo de sinalização ou barreira policial. O objetivo era evitar perdas e chegar o mais rápido possível, ao ponto de venda da droga. Por causa dessa prática, a operação foi batizada de “Cavalo Doido”.
A estimativa é de que o grupo tenha movimentado mais de R$ 1 bilhão. A operação, é realizada em conjunto com a polícia do Paraguai. No vizinho país, estão sendo destruídas as plantações de drogas, existentes nas fazendas de propriedade dos traficantes.
São 81 medidas judiciais, sendo 21 mandados de prisão preventiva, 11 mandados de prisão temporária, 15 conduções coercitivas e 34 mandados de busca e apreensão.
Os investigados vão responder por tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico, corrupção ativa, tráfico internacional de armas, adulteração de arma de fogo e porte ilegal de armas. Somadas, as penas podem ultrapassar 30 anos.
Com Agência Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.