Acusações de assédio sexual afastam comandante do Corpo de Bombeiros do cargo

0

(Reprodução)

(Reprodução)

Acusado, supostamente, de ter cometido assédios sexuais dentro do 4º Batalhão Bombeiro Militar, sediado em Sinop (médio Norte de Mato Grosso), o comandante do destacamento foi afastado do cargo, esta semana, em decorrência de uma investigação sobre denúncias recebidas pelo comando-geral da corporação em Mato Grosso.
A apuração começou no dia 17 de maio deste ano, sugerindo um comportamento inadequado do comandante, no local de trabalho. A forma como os supostos assédios sexuais teriam ocorrido, não foi divulgado pela apuração.
O comando do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, emitiu a seguinte nota:
NOTA À IMPRENSA
” O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso informa que tomou conhecimento do cometimento, em tese, de conduta inapropriada envolvendo um membro da Corporação e de imediato instaurou um procedimento apuratório – Sindicância, na data de 17 de maio de 2024.
O bombeiro militar investigado foi afastado de suas funções e o procedimento segue em andamento para apurar as denúncias apresentadas.A investigação segue todos os procedimentos legais e regulamentares aplicáveis, garantindo que todas as partes envolvidas tenham a oportunidade de apresentar seus relatos.
O Corpo de Bombeiros Militar continua empenhado em conduzir a apuração de maneira justa e imparcial e ratifica que não coaduna com condutas inadequadas dos membros da corporação”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *